Câmara aprova requerimento solicitando explicações sobre a manutenção da iluminação pública

por Vinícius Mendonça publicado 12/09/2017 14h36, última modificação 12/09/2017 14h36
O requerimento 024/2017 de autoria do Vereador Ramon Corrêa que solicita informação referente à falta de iluminação pública nas ruas de João Pinheiro.

            Foi aprovado por 12 votos durante a ultima reunião da Câmara Municipal de João Pinheiro o requerimento 024/2017 de autoria do Vereador Ramon Corrêa que solicita informação referente à falta de iluminação pública nas ruas de João Pinheiro e requer ainda que sejam adotadas providencias para sanar esse problema.

            Segundo o vereador Ramon Corrêa “é um absurdo a população pagar todos os meses e não ter um serviço de qualidade nas ruas” o vereador lembrou que as contas devem ser pagas no final do mês para ter o serviço cortado pela concessionária de energia, a contra partida também é uma obrigação.

             “Se não pagar a conta a CEMIG corta a energia então se espera que o Prefeito Edinho solucione o problema que além de causar transtornos à população pode contribuir para o aumento da criminalidade”.

            A iluminação pública é um dever do município desde o ano de 2014 a partir de um entendimento da Agência Nacional de Energia (Aneel) onde na oportunidade eles avaliaram que a CEMIG não poderia recolher um recurso que é do município e a entrega total dos serviços foi feita em 2015.

            Cabe então a cada município zelar da iluminação pública uma vez que todo mês a CEMIG deposita nos cofres da cidade o valor recolhido nas contas de luz, descontando as taxas referente à taxa referente a energia gasta pelos postes e praças públicas, o valor aproximado depositado mensalmente após os descontos é de 70 mil reais.

            Vale ressaltar que a Prefeitura Municipal contratou uma empresa para a reposição de aproximadamente 800 lâmpadas o que segundo o Vereador Ramon Corrêa autor do requerimento não resolveria o problema que a cada dia vem aumentando e o mesmo assumiu que teme pela segurança e bem estar dos moradores.

“Essa é uma das demandas mais cobradas dos vereadores, a população teme ficar no escuro e o problema não está só na zona urbana os distritos estão também muito afetados pela falta de manutenção” disse o vereador.

Redação por: Vinícius Mendonça – Assessoria de Comunicação

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis. Os comentários são moderados